Rock Baiano – História de uma Cultura Subterrânea

Publicado: 17 de janeiro de 2009 em Não categorizado

Rock Baiano – História de uma Cultura Subterrânea

O novo rock abriu espaço para o surgimento de uma categoria
profissional que por sua vez, se esforçou para confirmar a seriedade da música
pop: o crítico de rock. Não por acaso,
o livro de Ednilson
Sacramento contando parte da história do rock baiano é uma das confirmações que
devemos continuar essa jornada. Leia a seguir um trecho do livro e faça o
download do E-Book completo logo mais a baixo!

“A obra de Raul Seixas é única no mundo
inteiro. A qualquer tempo, ele sempre estará atual. É o que nos faltava para
compreendermos aquilo que não compreendíamos”.
Sylvio Passos, Raul Rock
Club/SP Com dezenas de estudos honrosos acerca de sua obra e vida, o nome Raul
Seixas não aparece aqui com o destaque à altura do seu legado, apenasaludimos
uma abordagem limitada. Não é exaustivo afirmar que o papel do artista extrapola
os limites físicos e palpáveis que lhe imputam. Não é muito dizer que o seu
trabalho possui vários níveis de compreensão, mas a compressão de seus
pensamentos pode ter sido utilizada por muitos para minimizar a profundidade da
sua música – tornando-o multiinterpretável ou ignorado. Um pouco antes de sua
morte, Raul Seixas comentava no programa “Ensaio Geral”, espaço memorável da
Educadora FM, acerca do quase total desconhecimento da sua obra. Dizia Dom
Raulzito: “Antes achavam que eu era paulista e não baiano, justamente por nunca
ter pertencido ao grupo baiano, e a música era muito voltada para o ser humano,
Inclusive, no disco “A Pedra do Gênesis” tem uma música que diz bem isso – A Lei
_ ela promulga uma coisa que eu li no palco durante onze anos, a lei do homem,
todo homem tem o direito de pensar o que quiser, de amar como quiser…”. Raul
sempre sincronizou sua obra aos descaminhos e inquietudes de toda a existência;
foi criatura e criador de questionamentos incessantes". Falar de Dom Raulzito é
repetir o anseio de negação e recusa das amarras do homem moderno. Raul não foi
contra tudo e contra todos. Foi a favor do homem. Que mais podemos querer desse
poeta? Raul incluiu num de
seus últimos discos – “A Pedra do Gênesis”, de
1988 – uma canção do compositor Zé do Norte chamada “Lua Bonita”. Não tendo o
costume de gravar músicas de outros compositores, o cantor foi feliz em inserir
“Lua Bonita” e, num certo momento, comentava: “Essa música eu cantava ao vivo no
Tereza Raquel, quando fazia a temporada de 73 e lançava “Ouro de Tolo”. Um dia,
ele foi assistir ao show e não o deixaram entrar. Ele não tinha dinheiro para
pagar o ingresso. Eu mandei ele entrar, ficou no camarim comigo e foi muito
bacana ter conhecido Zé do Norte. A Pedra do Gênesis é meio místico e a lua
sempre foi uma entidade mística: significa mulher, o oposto do sol, que é o
homem. “Lua Bonita”, Zé do Norte fez quando tinha 14 anos de idade, em homenagem
à lua porque ele se apaixonou por ela.
FAÇA
O DOWNLOAD DO LIVRO!


RAUL ROCK CLUB/RAUL SEIXAS
OFICIAL FÃ-CLUBE
Caixa Postal 12.106 – Ag. Santana
São Paulo – SP – CEP:
02013-970 – BRASIL
tel/fax (11) 2948 2983
celular  (11) 8304
4568
e-mail:
presidente@raulrockclub.com.br
Site RRC: http://www.raulrockclub.com.br
Blog: http://sylviopassos.blogspot.com
YouTube: http://www.youtube.com/user/sylviopassos
MySpace: http://www.myspace.com/sylviopassos

Windows Live Spaces:
http://sylviopassos.spaces.live.com
 
Veja o vídeo  "Meu Amigo Raul" acessando o link
abaixo.
http://www.youtube.com/watch?v=LXOXrKmrJW8
Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s