Amigos de Raul Seixas falaram sobre a intimidade do cantor

Publicado: 13 de maio de 2012 em Livros, Música, Music
Tags:, ,

Amigos de Raul Seixas falaram sobre a intimidade do cantor por Alfredo Henrique.

Denis Feijão, Sylvio Passos e Toninho Buda no 3º Salão do Livro de Guarulhos.

Denis Feijão, Sylvio Passos e Toninho Buda no 3º Salão do Livro de Guarulhos.

Raul Seixas foi o tema do bate-papo ocorrido ontem, no espaço Drummond, no 3º Salão do Livro de Guarulhos.
O público teve a oportunidade de ouvir histórias e revelações de Sylvio Passos e Toninho Buda, amigos pessoais do “maluco beleza.” A conversa foi mediada pelo apresentador da TV Cultura, Cadão Volpato.
Passos e Buda ajudaram na feitura do roteiro do documentário “Raul: o início, o fim e o meio”, dirigido por Walter Carvalho e que está em cartaz nos cinemas.
“O Raul era um cara dócil, brincalhão. Quem o via conversando em uma mesa não acreditava que era ele o autor de tudo o que fez. Mas quando o gênio de Raul vinha à tona, aí as pessoas percebiam que estavam lidando com um gênio”, disse Passos.
Os dois amigos de Raul falaram da relação do cantor com a sociedade em três eixos – religião, política e polícia. “Raul era contra todo o esquema que orienta a sociedade na qual vivemos”, disse Buda.
Ele ainda falou sobre a relação de Rauzito com o ocultismo. “Raul dizia que o diabo era a representação da inteligência no homem. Adão saiu do paraíso a partir do momento que começou a pensar. Algumas pessoas não entenderam a mensagem dele”, afirmou Passos.
O 3º Salão do Livro termina neste domingo (13) e acontece na Av. Odair Santanelli, no Parque Cecap (leia programação ao lado).
In: Diário de Guarulhos

Sylvio Passos e Toninho Buda falam do amigo, Raul Seixas por Laís Domingues

Sylvio Passos, Toninho Buda e Cadão Volpato durante bate-papo ocorrido ontem, no espaço Drummond, no 3º Salão do Livro de Guarulhos.

Sylvio Passos, Toninho Buda e Cadão Volpato durante bate-papo ocorrido ontem, no espaço Drummond, no 3º Salão do Livro de Guarulhos.

Amigos pessoais, fãs e autores do livro ‘Raul Seixas: Uma Antologia’, que foi base para o filme ‘Raul Seixas: O início, o fim e o meio’, que já foi assistido por 140 mil pessoas, Toninho Buda e Sylvio Passos marcaram presença ontem no Letra e Música do Espaço Cultural. Os escritores contaram como conheceram e como era o músico fora dos holofotes. “Raul era um filósofo, pensador e anarquista de primeira”, resumiu Passos.

Fundador de um dos mais importantes fãs clubes de Raul Seixas, Passos lembrou que desmanchou um fã clube do Led Zeppelin para formar um sobre o roqueiro, e que foi muito criticado por isso pelos colegas de escola. Passos recordou ainda que, após um anúncio em um jornal para trocar pertences da banda por material sobre o roqueiro, foi convidado a almoçar com Raul Seixas. “Quando cheguei à casa dele, logo de cara já me deu o apelido de Sylvícola, e a partir daí nos tornamos amigos desde a mesa do boteco até as alas psiquiátricas”, contou, dizendo que Raul Seixas era uma pessoa ‘maravilhosa’ e gostava de ajudar até mesmo os inimigos.

Toninho Buda contou sua experiência com Raul mais envolta com a sociedade alternativa. “Raul era o arauto da sociedade alternativa. Ele era uma pessoa doce, amiga, brincalhona, que nem parecia que era Raul Seixas. Ele tinha a sagrada chama da loucura, do gênio, que acredito ser o que tanto deu inveja a Paulo Coelho”, afirmou, polêmico, o amigo.

Buda ainda comentou que Raul Seixas teve 22 compositores parceiros, e que das 160 músicas que compôs e cantou, 42 foram assinadas apenas pelo roqueiro.

“Ele já estava de saco cheio”

“Ele foi muito incompreendido. Já estava de saco cheio, já tinha cumprido o que precisava, e era nítido o tédio e a incapacidade de suportar a pressão”, afirmou Toninho Buda sobre a morte do amigo e ídolo.

Buda disse também que os ideais da Sociedade Secreta, baseados nos escritos do ocultista Aleister Crowley e sua Lei de Thelema: “Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei”. “O diabo estava muito presente nas músicas dele, mas era simplesmente a inteligência, o conhecimento e a liberdade”, disse.

Para Sylvio Passos, Raul Seixas estava “de saco cheio de tudo e de todos” já cinco anos antes de morrer, e mostrava sua insatisfação em seus últimos trabalhos, como no disco ‘A Pedra do Gênesis’.

“Ele queria morrer de fato. Ele foi se matando aos poucos, como em um suicídio a longo prazo, assim como acontece aos grandes gênios”, afirmou Passos.
IN: Folha Metropolitana

Sylvio Passos e Toninho Buda ontem no  3º Salão do Livro de Guarulhos.

Sylvio Passos e Toninho Buda ontem no 3º Salão do Livro de Guarulhos.

Anúncios
comentários
  1. Alô pessoal, fãs do Raul, o canal de Televisão (SBT) está fazendo um programa para saber qual a Melhor Música Brasileira de Todos os Tempos, queria propor para a galera aqui de se juntar e votar em uma música do Raulzito, é melhor assim, vocês fazem aqui uma enquete para saber qual música do Raul o pessoa Gosta mais, a mais votada é a que a galera daqui vai votar e divulgar por ai pedindo voto, o que acham?

    Curtir

  2. Juliana Alves disse:

    Maravilhaaaa,um bate papo raulseixistico muito bom!!!! 😉

    Curtir

  3. las artes disse:

    Tua caminhada ainda não terminou…. A realidade te acolhe dizendo que pela frente o horizonte da vida necessita de tuas palavras e do teu silêncio. Se amanhã sentires saudades, lembra-te da fantasia e sonha com tua próxima vitória. Vitória que todas as armas do mundo jamais conseguirão obter, porque é uma vitória que surge da paz e não do ressentimento. É certo que irás encontrar situações tempestuosas novamente, mas haverá de ver sempre o lado bom da chuva que cai e não a faceta do raio que destrói. Tu és jovem. Atender a quem te chama é belo, lutar por quem te rejeita é quase chegar a perfeição. A juventude precisa de sonhos e se nutrir de lembranças, assim como o leito dos rios precisa da água que rola e o coração necessita de afeto. Não faças do amanhã o sinônimo de nunca, nem o ontem te seja o mesmo que nunca mais. Teus passos ficaram. Olhes para trás… mas vá em frente pois há muitos que precisam que chegues para poderem seguir-te.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s